Pesquisar
Close this search box.
shadow
circle 520px
Group 1000000631
Share

Lead Time: o que é, importância e como reduzir?

como medir e otimizar lead time
Alex Meincheim
Selecione o tópico

Em um mundo onde a velocidade é rei, as empresas estão constantemente buscando maneiras de se mover mais rápido, ser mais eficientes e superar a concorrência. Imagine uma empresa de manufatura que luta para manter a produção em ritmo com a demanda do mercado. Atrasos na produção, gargalos na cadeia de suprimentos e prazos de entrega perdidos são apenas alguns dos desafios que eles enfrentam. No coração desses desafios está um indicador crucial que muitas vezes é negligenciado: o lead time.

O lead time, o tempo que leva desde o início de um processo até a sua conclusão, pode ser o fator determinante entre o sucesso e o fracasso em um mercado cada vez mais competitivo. Mas como as empresas podem medir e otimizar o lead time? E como a tecnologia pode ajudar nesse processo?

Neste artigo, vamos explorar o conceito de lead time, sua importância para as operações comerciais e industriais, e como a tecnologia pode ser utilizada para otimizá-lo. Então, se você está procurando maneiras de acelerar seus processos, melhorar a satisfação do cliente e ganhar uma vantagem competitiva, continue lendo. Esta jornada pode ser a chave para desbloquear o potencial oculto da sua empresa!

O que é lead time?

O lead time, também conhecido como tempo de aprovisionamento, é a medida do período total para concluir um processo, desde o início até o fim. É um indicador essencial na gestão de operações, pois mede a eficiência de um processo e pode ser utilizado como ferramenta estratégica.

Aprofundando um pouco mais, o lead time pode ser dividido em diferentes tipos, cada um com seu próprio significado e importância:

  1. Lead Time do Cliente: É o tempo que o cliente espera desde o momento em que faz um pedido até o momento em que recebe o produto ou serviço.
  2. Lead Time de Material: É o tempo necessário para obter os materiais necessários para a produção, que vai desde o tempo de entrega dos fornecedores e o tempo de processamento dos materiais.
  3. Lead Time de Produção ou Fábrica: É o tempo necessário para transformar os materiais em um produto acabado. Isso inclui o tempo de preparação, processamento e inspeção.
  4. Lead Time Cumulativo: É a soma dos três tipos mencionados acima. É o tempo total desde o momento em que o pedido é feito até o momento em que o produto é entregue ao cliente, pela perspectiva da empresa.

Cada tipo de lead time tem seu próprio conjunto de variáveis e pode ser influenciado por diferentes fatores. Portanto, gerenciar esse indicador e compreender sua importância é crucial para melhorar a eficiência e a produtividade dos processos de negócios.

Veja também:

Qual a importância do lead time para o meu negócio?

O lead time é um indicador crítico que pode impactar diretamente a eficiência operacional, a satisfação do cliente e a lucratividade do seu negócio.

Em primeiro lugar, um lead time reduzido pode melhorar a eficiência operacional. Ao minimizar o tempo necessário para completar um processo, você pode aumentar a capacidade de produção sem a necessidade de recursos adicionais. Isso pode resultar em economias significativas de custos e melhorar a linha de fundo do seu negócio.

New call-to-action

Em segundo lugar, o lead time tem um impacto direto na satisfação do cliente. Os clientes de hoje esperam prazos de entrega rápidos e confiáveis. Um lead time longo pode resultar em atrasos na entrega, o que pode levar a insatisfação do cliente e perda de negócios.

Além disso, o lead time é uma ferramenta estratégica que pode ser usada para tomar decisões informadas. Por exemplo, ao entender os fatores que impactam esse indicador, os gestores podem identificar gargalos no processo e implementar melhorias para reduzir o tempo de espera.

Portanto, se você está procurando maneiras de melhorar a eficiência, aumentar a satisfação do cliente e impulsionar a lucratividade, a gestão do lead time deve ser uma parte essencial da sua estratégia de negócios.

Como calcular o lead time de um processo?

Calcular o lead time é um processo simples que envolve a medição do tempo entre o início e o fim de um processo. Esse cálculo pode ser feito de forma automática ou manual. Confira o passo a passo para fazer a medição:

  1. Identifique o início e o fim do processo: O início do processo pode ser o momento em que um pedido é feito ou quando a produção começa. O fim do processo é quando o produto é entregue ao cliente ou o serviço é concluído.
  2. Meça o tempo entre o início e o fim: Isso pode ser feito usando um cronômetro, um software de rastreamento de tempo ou qualquer outra ferramenta de medição de tempo. Certifique-se de medir o tempo em uma unidade consistente (por exemplo, minutos, horas, dias).
  3. Repita a medição para vários processos: Para obter uma medida precisa do lead time, é melhor medir o tempo para vários processos ou atividades e calcular a média geral.

Dito isso, você também deve saber que existem várias maneiras de medir o lead time. Uma maneira delas é manter um registro manual. Isso pode ser feito usando uma planilha ou um caderno. Ao manter um registro manual, é importante anotar a data em que o pedido é feito, a data em que o produto é iniciado e a data em que o produto é entregue. Mas, em empresas com cultura data-driven, orientadas a dados, calcular o lead time através do registro manual pode se tornar uma verdadeira tarefa impossível.

Por isso, a melhor maneira é utilizar sistemas de gerenciamento de processos, como o process mining. Uma ferramenta de gestão de processos pode ajudar a rastrear todas as etapas de um projeto, desde a coleta do pedido até a entrega do produto, inclusive identificando os gargalos e inconsistências que essas atividades apresentam durante o percurso. Isso facilita a visualização do lead time e a identificação de quaisquer atrasos.

New call-to-action

Depois de calcular o lead time, ele pode ser usado para comparar a eficiência de diferentes empresas ou de diferentes departamentos dentro de uma empresa. O lead time também pode ser usado para identificar áreas onde podem ser feitas melhorias. Por exemplo, se o lead time for muito longo, a empresa pode precisar melhorar seus processos ou sua equipe.

Entretanto, o lead time pode variar dependendo de vários fatores, como a complexidade do processo, a eficiência da equipe, a qualidade dos materiais e a demanda do cliente, além de sofrer alterações dependendo da sua respectiva área. Veremos mais sobre o lead time em cada uma delas a seguir.

Veja também:

Lead Time nas Diferentes Áreas (ex: Compras, Produção, etc.)

O lead time pode variar dependendo da área da empresa. Por exemplo, o lead time de compras é o tempo que leva para uma empresa comprar um produto ou serviço de um fornecedor. Na produção, é o tempo que leva para uma empresa produzir um produto. Em vendas, é o tempo que leva para uma empresa vender um produto ou serviço a um cliente.

Vamos explorar como ele funciona em diferentes contextos:

Lead Time de Compras

No contexto de compras, é o tempo que leva desde o momento em que um pedido de compra é feito até o momento em que o produto ou serviço é recebido. Isso inclui o tempo para processar o pedido, o tempo que o fornecedor leva para preparar e enviar o produto, e o tempo de transporte. A otimização do lead time de compras pode envolver a negociação de prazos de entrega mais rápidos com fornecedores, a melhoria dos processos internos de processamento de pedidos, ou a utilização de tecnologias de automação para agilizar o processo de compra.

New call-to-action

Lead Time de Produção

Lead Time de Produção

Na produção, o lead time é o tempo que leva para transformar matérias-primas em produtos acabados. Isso inclui o tempo para preparar os materiais, o tempo de produção real, e o tempo para inspecionar e embalar o produto acabado. A redução do lead time de produção pode ser alcançada através da melhoria da eficiência operacional, a implementação de técnicas de produção enxuta, ou a utilização de tecnologias de automação e inteligência artificial (IA), para identificar e eliminar gargalos de produção.

Lead Time de Vendas

No contexto de vendas, é o tempo que leva desde o momento em que um pedido de venda é recebido até o momento em que o produto ou serviço é entregue ao cliente. Isso inclui o tempo para processar o pedido, preparar o produto para envio, e o tempo de transporte. A otimização do lead time de vendas pode envolver a melhoria dos processos internos de processamento de pedidos, a redução do tempo de preparação do produto, ou a utilização de tecnologias de automação para agilizar o processo de venda.

Em todas essas áreas, a gestão eficaz deste indicador pode resultar em melhorias significativas na eficiência operacional, na satisfação do cliente e na lucratividade do negócio. Além disso, a utilização de tecnologias avançadas, pode fornecer insights valiosos que ajudam as empresas a identificar oportunidades para reduzir o lead time e melhorar o desempenho geral.

New call-to-action

TAKT time, Cycle Time e Lead time: qual a diferença?

Embora TAKT time, Cycle Time e Lead Time sejam todos importantes para a gestão de processos, eles têm significados e aplicações distintas. Vamos explorar cada um deles:

TAKT time, Cycle Time e Lead time: qual a diferença?
  1. TAKT Time: O TAKT time é uma medida de tempo que representa a taxa na qual um produto ou serviço deve ser produzido para atender à demanda do cliente. É calculado dividindo o tempo de trabalho disponível pela demanda do cliente. O TAKT time é frequentemente usado na fabricação enxuta para sincronizar a produção com a demanda do cliente e evitar a superprodução.
  2. Cycle Time: O Cycle Time é o tempo que leva para completar um ciclo de um processo. Em outras palavras, é o tempo entre a produção de duas unidades consecutivas. O Cycle Time é uma medida de produtividade que pode ser usada para identificar gargalos e melhorar a eficiência do processo.
  3. Lead Time: Como mencionado anteriormente, é o tempo total necessário para um processo ser concluído, desde o início até o fim. Ele inclui todos os aspectos do processo, incluindo o tempo de espera, o tempo de processamento e o tempo de entrega.

Entretanto, apesar de esses três termos serem diferentes, eles estão inter-relacionados e são todos importantes para a gestão eficaz dos processos. Ao entender e gerenciar o TAKT time, Cycle Time e Lead Time, as organizações podem melhorar a eficiência, reduzir os custos e atender melhor às necessidades dos clientes.

Estratégias para otimizar o lead time com IA

O process mining, conhecido também como a “Inteligência Artificial para a gestão de processos”, tem sido um divisor de águas na maneira como as empresas otimizam seus processos de negócios, incluindo a crucial redução do lead time. Esta tecnologia permite uma análise profunda e precisa dos processos, revelando insights valiosos que podem ser usados para impulsionar a eficiência e a eficácia operacional. Neste contexto, o lead time, um indicador chave de desempenho em muitas indústrias, pode ser significativamente melhorado através da aplicação estratégica do process mining.

Como reduzir o lead time?

Para reduzir o lead time, é crucial identificar os gargalos nos processos e implementar iniciativas de melhoria específicas para mitigar as ineficiências da área. Acompanhar regularmente o lead time e estabelecer metas claras também são práticas recomendadas.

Como vimos, o process mining é uma ferramenta que pode ajudar – e muito – nesse processo. Ele atua da seguinte forma:

  1. Identificação de Gargalos e Oportunidades de Melhoria: O process mining permite às empresas analisar dados de logs de eventos de vários processos de negócios e extrair insights valiosos. Esses insights podem ser usados para identificar gargalos e oportunidades de melhoria nos processos existentes, incluindo aqueles que afetam o lead time. Através da análise de grandes volumes de dados, a UpFlux consegue identificar padrões e tendências que muitas vezes passam despercebidos a olho nu.
  2. Implementação de Iniciativas de Melhoria: Com base nos insights gerados pelo process mining, as empresas podem definir e implementar iniciativas de melhoria em atividades ou áreas específicas para otimizar seus processos. Essas iniciativas podem variar desde a remoção de etapas desnecessárias no processo até a reestruturação de toda a cadeia de suprimentos. Ferramentas como a UpFlux Process Mining não só permite a implementação dessas iniciativas, mas também oferece a capacidade de monitorar a conformidade do processo em tempo real através de um painel Kanban. Isso garante que as iniciativas de melhoria sejam implementadas corretamente e que quaisquer desvios ou não conformidades sejam prontamente identificados e corrigidos.
  3. Monitoramento e Avaliação de Resultados: Uma vez que as iniciativas de melhoria são implementadas, é crucial monitorar e avaliar seus impactos nos indicadores de desempenho do processo, incluindo o lead time. Ferramentas de process mining permitem que as empresas acompanhem esses indicadores ao longo do tempo, fornecendo uma visão clara do progresso e dos resultados das iniciativas de melhoria.
  4. Melhoria Contínua: Ferramentas como a UpFlux Process Mining fornecem insights contínuos sobre o desempenho do processo, permitindo que as empresas implementem estratégias de melhoria contínua para otimizar ainda mais o lead time. Com a UpFlux, as empresas podem entrar em um ciclo de melhoria contínua, onde os processos são constantemente analisados, melhorados e monitorados para garantir a otimização contínua do lead time.

Você deseja medir e otimizar o lead time da sua empresa com o uso da tecnologia? Conheça como a ferramenta UpFlux Process Mining pode ser aplicada na sua empresa.

New call-to-action
Alex Meincheim
Escrito por:
Alex Meincheim
CEO e Co-Fundador da UpFlux. Mestre em Informática Aplicada. Possui experiência nas áreas de Process mining. Tecnologia Aplicada na Saúde, Ciências de Computação e Inteligência Artificial. Comprometido em promover a eficiência nos processos de empresas em diversos setores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WEBINAR

Process Mining Na Prática

Veja na prática como é possível desbloquear o poder da sua operação com process mining.

shadow

Artigos relacionados

Gestão de ProcessosGestão de Processos
No mundo dos negócios, a eficiência operacional é mais importante do que nunca {...}
Gestão de ProcessosGestão de Processos
Gestores que buscam excelência e crescimento sustentável precisam se atualizar quanto às melhores {...}
Gestão de ProcessosGestão de Processos
A eficiência e inovação são buscas contínuas de gestores de qualquer setor e {...}
Gestão de ProcessosGestão de Processos
O mapeamento de processos surge como uma solução, oferecendo uma representação detalhada das {...}
NotíciasNotícias
Otimizar processos é uma prioridade. O ritmo frenético do mercado exige respostas rápidas, {...}
Gestão de ProcessosGestão de Processos
O conceito de cadeia de valor, introduzido por Michael Porter em 1985, oferece {...}
Gestão de ProcessosGestão de Processos
O Estudo de Capital de Giro 22/23, realizado pela PwC, trouxe à tona {...}
Back-OfficeBack-Office
FP&A é a abreviação de "Financial Planning & Analysis", que significa planejamento e {...}
Gestão de ProcessosGestão de Processos
Ao longo de nossos artigos anteriores, viemos explorando os caminhos para a excelência {...}
Gestão de ProcessosGestão de Processos
Um estudo realizado pela Deloitte, o CFO Survey 2022, mostrou que as iniciativas {...}
IndústriasIndústrias
Imagine que sua mesa do seu escritório está toda bagunçada e você precisa {...}
Gestão de ProcessosGestão de Processos
A análise de processos é uma técnica utilizada para entender e melhorar o {...}
SaúdeSaúde
Os ruídos na comunicação entre hospitais e operadoras podem gerar situações inconvenientes para {...}
Gestão de ProcessosGestão de Processos
Em um ambiente de negócios cada vez mais competitivo, a redução de custos {...}
IndústriasIndústrias
De acordo com um estudo da PwC, a inteligência artificial pode contribuir com {...}
SaúdeSaúde
A inteligência artificial (IA) está transformando a saúde, aliviando a sobrecarga dos profissionais {...}
NotíciasNotícias
A UpFlux, pioneira brasileira em process mining, tem o prazer de anunciar uma {...}
NotíciasNotícias
A UpFlux, tecnologia brasileira pioneira de process mining, anunciou uma nova parceria com {...}
Gestão de ProcessosGestão de Processos
Em um ambiente de negócios cada vez mais complexo e dinâmico, gestores de {...}
NotíciasNotícias
A parceria estratégica entre a UpFlux, uma pioneira brasileira em process mining, e {...}
Back-OfficeBack-Office
Este artigo visa fornecer insights valiosos para ajudar gestores de SSC que já {...}
NotíciasNotícias
A UpFlux, empresa brasileira pioneira em process mining, anunciou recentemente uma nova parceria {...}

Receba nossas postagens
no seu e-mail